segunda-feira, 29 de abril de 2013

Cachorrinhas para doação - Grátis


Uma amiga está doando 2 lindas fêmeas mestiças. Estão com 4 meses e ficarão com porte médio. (aprox. 20kg).

Elas estão desverminadas, já tomaram 2 doses de vacinas. Só precisam de muito amor.

Interessados entrar em contato com Lia pelo Facebook, clicando aqui.



sexta-feira, 26 de abril de 2013

Resultado do sorteio QUITAESMALTE


A ganhadora do sorteio do QUITA ESMALTE, presenteado pela Europa Chic foi:

ANDREA STRAPASSON DE SOUZA

Parabéns!!!

Para você que participou e não ganhou, é só entrar no site www.europachic.com e aproveitar a promoção!!!

Continue seguindo o blog, todas as semanas novos sorteios!

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Doação de uma filhote de Yorkshire com pedigree (5 meses)



Uma amiga está doando uma York linda. Ela tem pedigree, é black and tan, um xodó!

Comprou de uma mulher que estava mal-tratando a "bichinha". Ela não vai vender, ela vai doar, mas quer contato constante com a pessoa que adotá-lo.

Quem quiser ficar com ela, deve assinar um termo de compromisso de castração.

Interessados, entrar em contato comigo pelo e-mail ariadnezippin@gmail.com, pelo blog ou facebook.

Foi doada para uma senhora de Quatro Barras.


quarta-feira, 24 de abril de 2013

Falcon Grátis! Suzy e Barbie, só para os fracos!


FALCON - O herói de verdade!

Lembro que quando criança, meus finais de semana eram um tanto aventureiros. Viajava com meu pai para acampar, escalar, desbravar novas cidades, mergulhar, andar de lancha, enfim, todo sábado partíamos para algum lugar novo.

Meu pai tinha um grupo de amigos e eu era a mascote. Eles eram todos "velhos", uns 25 anos em média....rs
Como eu era a única criança da turma, eu precisava de um amigo. Os imaginários eram muitos, mas eu queria mesmo um amigo "real".

Lembro da primeira vez que vi o Falcon, fiquei sonhando com ele, afinal, um herói de verdade era tudo que eu precisava para me acompanhar em minhas aventuras.

Eu um sábado fiquei triste que eu não viajaria, mas feliz pois eu iria dormir na casa da minha tia. Esta minha tia além de animadíssima, era rockeira, alternativa e super bem-humorada. O meu tio também era uma figura ímpar.

Lá fui eu de mochila para "acampar" na sala dos meus tios. A noite fomos passear no Jumbo Eletro. Lá encontrei o meu Falcon, mas como meus pais não estavam, nem pedi para comprarem pra mim.

Depois de jantar e tomar banho, fui deitar para dormir. Sabe o que encontrei sob o travesseiro? O Falcon!!! Meus tios compraram de surpresa e me deram de presente.
Nem preciso dizer que aquela noite eu não dormi.

O Falcon que eu ganhei, era o com roupa camuflada. O levei à várias aventuras na floresta, no campo e em todos os lugares que eu ia.

Certo dia, meu pai me disse que iríamos fazer pesca submarina. Mas como eu levaria o meu melhor amigo com roupas camufladas para fazer pesca submarina? Ele precisava de roupas novas. Pedi que meus pais me dessem durante a semana, roupas de banho para o Falcon. Na sexta-feira eu ganhei! Não ganhei só as roupas novas, ganhei o Falcon - Missão Impossível. Ele vinha com roupa de mergulho, snorkel, arpão, máscara e mais um kit com pés-de-pato e um lindo tubarão.

Lá fomos nós fazer caça submarina. Quando peguei meu primeiro ouriço do mar, ele estava lá comigo. Já no meu segundo, o Falcon sumiu. Na verdade devo tê-lo perdido enquanto mergulhava, mas para não ficar mais triste do que eu já estava, pensei que ele tinha somente ido mergulhar para mais longe.

Tentei não pensar no Falcon perdido naquele mar imenso, tentava vê-lo desbravando o oceano e um dia voltando para casa, com mais cicatrizes ainda.

Algum tempo se passou, acho que  meses, e dentro da minha mochila de acampamento, encontrei um Falcon - Missão Impossível NOVINHO!!!! Os amigos do meu pai me deram outro de presente!!!!  É claro que na minha cabeça eu sabia que era um novo, mas o meu coração dizia que era o retorno dos mares. Ele tinha voltado pra mim!!!

E assim viajamos por mais algum tempo juntos.

O tubarão guardei por muito anos, até que a minha "cachorrinha linda do meu coração", resolveu comê-lo.

Mas ai já é outra história!!!

Realmente o Falcon foi o meu herói de verdade. Suzy e Barbie, eram só para os fracos!!!







Falcon - O Herói de Verdade!
Falcon - História


                          sd
Falcon - Uma História que atravessou décadas!
No final da Década de 70 e começo de 80 o primeiro herói de plástico chegava às prateleiras de brinquedos das lojas brasileiras.
Na televisão era veiculada a propaganda que o introduzia na mente e coração dos garotos.
A chamada inicial dizia:
A Estrela orgulosamente traz para você FALCON, o herói de VERDADE!

Falaremos disso depois, agora vamos conhecer um pouco das origens do nosso aventureiro:
Os Comandos em Ação existem no Brasil desde 1977.
Ficou conhecido pela sua alcunha mais famosa: Falcon.

                                 hj


Falcon na verdade era a versão brasielira do sucesso norte americano G.I. Joe e pôde chegar ao Brasil graças à crise que se instalou nos anos 70 nos EUA, devido à alta do petróleo. A Hasbro, criadora da série, viu-se obrigada a ceder a marca para outros países, em busca de capital, incluindo o Brasil. Inglaterra, Itália, Espanha, enfim todos lançaram suas versões de G.I. Joe, que ficaram conhecidos como Action Man, Action Joe, Geyper Man, etc.
No Brasil chegava os Comandos em Ação - Falcon!

Por aqui foi lançada a última versão dos americanos: Adventure Team. O corpo era diferente das versões anteriores dos Joes: o Muscle Body era um corpo com músculos e com a famosa sunga azul, marca registrada do mesmo. Detalhe: Na sunga versão americana havia um cinto esculpido e na "fivela" constava AT (Action Team), já na brasileira primeiro veio CA (Comandos em Ação), depois o próprio LOGO da Estrela.

                                hj

O Falcon chegou ao Brasil no ano de 1977 em duas versões: Moreno com Barba (Ação Camuflada) e Moreno sem Barba (Contra Ataque). Nesta série o mote era a militaria, porém o único inimigo que Falcon realmente enfrentava era o preconceito: Veja só, na década de 70 era normal uma menina ganhar uma Suzy, um Beto, uma Barbie ou Bob (Ken), mas um garoto que pedisse ao seu pai que comprasse um "boneco" era motivo de preocupação...hehehe...sorte que nosso herói não deixava dúvidas quanto a sua masculinidade: Rosto barbudo e com cicatriz, corpo músculoso e cara de mau!

No Natal de 1977 o Falcon já havia ganho seu espaço nas prateleiras das lojas e no coração das crianças!
A Estrela bombardeou tudo e todos com propagandas na TV e revistas em quadrinhos sempre mostrando o herói em situações de risco e vencendo os desafios!!

Em 1978, dado ao estrondoso sucesso é a vez da família aumentar: chega ao Brasil o primeiro Falcon Loiro com Barba ( Missão Impossível) as aventuras militares vão dando espaço para o lado aventureiro do mesmo. Também dão as caras o famoso Helicóptero Amarelo (sonho de 10 entre 10 garotos da época) e alguns acessórios para o Jipe que já estava nas lojas. O ano de 1979 marca a data de uma revolução: A chegada dos Olhos-de-Águia!!!
Também foi a vez de chegar o Falcon Ruivo! Agora as meninas também queriam o Falcon pois havia 4 modelos diferentes e eram ideais para "namorarem" as Barbies e Suzies!!!

Neste ano o nome Comandos em Ação fica quase esquecido, pois todos já conheciam-no como FALCON, agora com o sub-título Olhos de Águia. Já em 1980 o nome Comandos em Ação é retirado oficialmente das caixas dos bonecos surge o Falcon sem barba Olhos de Águia (Piloto Azul), quando os demais já havia mudado no ano anterior. Porém o Piloto só foi produzido neste ano, não sabe-se o porquê.
Ah.....anos 80!!! Quanta saudade desta época maravilhosa!!! No Brasil começava a ferbre "Star Wars" e tudo agora era espacial, roupas, cadernos, filmes, tudo que se pode imaginar.....e o Falcon acabava de "entrar na onda"!
O nosso destemido herói agora possuia uma temática Espacial e agregava-se o número 80 ao nome, chamava-se agora, FALCON80...estava mais poderoso que nunca!!!

Mas, como diz um certo aracnídeo: "Com grandes poderes vem grandes responsabilidades" e não tardou a chegar o maior desafio da carreira do Aventureiro: um inimigo incrívelmente poderoso - TORAK!!!
Nunca ficou claro a origem do Torak, se ele veio do espaço ou do futuro, se era um organismo cibernético ou orgânico, todavia era o desafio mais mortal já enfrentado por Falcon!!
Sucesso absoluto, Torak concedeu méritos à Estrela, pois ele era criação da própria e exclusividade tupiniquim!!!

                                             df


Mas como enfrentar um inimigo tão formidável sem ajuda? Foi pensando nisso que a Estrela criou então um aliado para nosso herói: Condor, o amigo Biônico!!!
Na caixa do Condor, tem uma pequena "história em quadrinhos" narrando a sua origem: vemos um homem lutando contra Torak, porém seu rosto fica envolto em mistério devido a sombra,o vilão dispara seu raio mortal ferindo gravemente o rosto deste homem. Logo depois vemos Falcon em uma sala cirúrgica, "operando" o homem, em seguida, Falcon lhe dá a espada e o elmo e vemos finalmente CONDOR!!!!

                           as

As roupas e acessórios do Falcon também mudaram, agora chegaram os famosos colantes com "cueca por cima da calça", hehehe...qualquer semenhança com um certo kryptoniano é mera conhecidência ;)
Novos veículos chegaram, como um jipe bege com canhão, o helicóptero agora versão preta, o buggy entre outros.
Também foi a vez das mais famosas aventuras da linha "Futurista", como o popularmente conhecido "Escudo Atômico".
jh  xc


Em 1982 Falcon ganha mais um aliado: Roboy, um pequeno robô à corda que seria "parceiro" do relançado boneco ruivo. A dupla Falcon & Roboy foi o último lançamento da Estrela de bonecos Falcon como conhecíamos, soube-se através de fotos em catalogos que a mesma lançaria mais dois personagens, Laserman & Triton e mais dois Falcons Futuristas, o que infelizmente não aconteceu.
Chegam também em 1982 e 1983 os veículos "Futuristas", o jipe que vinha com um lança míssel que seria usado na coleção dos Comandos em Ação algum tempo depois.
Foi neste ano que chegou o veículo mais raro e exclusivo do Brasil, o Buggy Futurista, fora de escala, mas adorado pela criançada e hoje alvo de cobiça por ávidos colecionadores!
Entre 1977 e 1982 a Estrela lançou diversas cartelas com roupas e acessórios à parte, que ficaram conhecidas como "Aventuras". Essas por sua vez podiam ser colocadas em qualquer Falcon e eram inter-camibiáveis entre si.
                                 fg
Os anos de 1983 e 1984 ficaram marcados apenas pela reposição de estoque nas lojas, afinal nenhum lançamento aconteceu...e infelizmente a coleção foi descontinuada nesse ano. Nunca soube-se o motivo, especula-se que nessa época o Falcon não estava mais sozinho, afinal, Superpowers, He-man, Sectaurs entre outros estavam na prateleira das lojas...
A Brinquedos Estrela teve o mérito de criar o Torak, o Condor, o Roboy e muitos veículos, acessórios e aventuras para o Falcon, não atendo-se apenas a copiar a linha da Hasbro.
O ano de 1984 marca a estréia no Brasil de mais uma linha da Hasbro, o GI Joe - A Real American Hero, bonecos de cerca 10cm, com muitos acessórios e articulações...o nome no Brasil? Não poderia ser outro: COMANDOS EM AÇÃO!!!
Mas esse é assunto para outra matéria, aguardem...


A VOLTA DOS QUE NÃO FORAM!
O RETORNO DO FALCON!!!
Em 1994, a Estrela mais uma vez colocou nas lojas o Falcon, dessa vez com uma nova abordagem: Clássicos Falcon!
O lay out da caixa era estranho, porque continha o nome Clássicos Falcon, Comandos em Ação e Gi Joe, tudo ao mesmo tempo...quem não conhecia suas origens ficava extremamente confuso.
A temática militar foi novamente incorporada, esquecendo-se o lado aventureiro de outrora.
Os bonecos possuiam o mesmo corpo, a mesma sunga, mas as cabeças eram diferentes: sem cabelo de verdade, sem barba e sem olhos-de-águia...lembravam as cabeças dos primeiros GI Joes fabricados pela Hasbro nos EUA em 1964.
Eram 2 modelos: Loiro e Moreno, Piloto e Soldado, ambos com as roupas e acessórios copiados dos Joes Hall of Fame, respectivamente Ace e Grunt.
O Vilão Torak estava de volta, mas também bastante mudado: ao invés do raio mortal e a mão mecânica agora ele possuía um corpo normal, uma arma copiada da linha futurista dos anos 80 e um uniforme igual ao do Destro HoF.
Ainda foram lançados um Jipe bege e um tanque de guerra.
Em 1995 mais dois bonecos chegaram à coleção: Dois ninjas, chamados Dragão Branco e Dragão Negro (quanta originalidade, a Estrela já não era a mesma...), que nada mais eram que dois Falcons vestidos com roupas ninjas...um copiado do Storm Shadow HoF, com duas espadas do Condor e outro com uma misturada de acessórios.
Em 1996 a Estrela para de produzir o Falcon e o nosso destemido herói, tão mudado, deixa a cena mais uma vez...seria esse o fim?
Quando todos pensávamos que o Falcon não mais caminharia entre nós, eis que em meados de 2000, exclusivamente nas lojas Americanas o Hérói de Verdade está de volta, mais "econômico" do que nunca...dois modelos de Falcons, loiro e moreno, Piloto e Soldado e um Torak, dessa vez na pior de todas as suas incarnações: cabeça e arma verde limão, isso mesmo....cabeção "marca-texto"...
Com roupas de baixíssima qualidade, sem qualquer menção ao glorioso nome Falcon, a coleção agora se chamava Força de Ataque. Até o Torak passou a se chamar apenas, "Inimigo".
Mas tudo bem...pelo menos ele estava nas lojas novamente e podíamos aumentar a coleção...pena que só no ano de 2000, já que em 2001 a Estrela tirou de linha novamente...logo após as Americanas passaram a importar a linha Power Team Elite Peacekeepers, da China, mais baratos e com mais acessórios...
Hoje, quase dez anos depois, os saudosistas e colecionadores estão migrando o foco de suas coleções para os importados, Action Man e GIJoe, pois além de melhor qualidade, itens mais diversificados o preço é muito mais atrativo. Quem conhece sabe que diversas aventuras do Falcon foram lançadas pela Hasbro na série Action Team e são praticamente idênticas.
Muitos vendedores atualmente quando "pegam um Falcon na mão" acham que tem uma mina de ouro e cobram preços proibitivos, que acaba inflacionando o produto e encalhando...
Já houve diversos boatos de que a Estrela relançaria o Falcon, como fez das outras vezes, mas entra ano e sai ano e nenhuma novidade concreta aparece...já virou até Lenda Urbana!!!
Abraços a todos e obrigado pela visita!

Ricardo Beluchi

terça-feira, 23 de abril de 2013

Distribuição de livros GRATUITOS em Curitiba.


Ontem postei, aqui no blog, uma lista de livros para doar. Alguns já foram doados.

Hoje pela manhã, resolvi fazer um teste e até quem sabe, uma boa ação.

Sai antes das 8h da manhã com vários livros no carro. Parei na panificadora, comprei algumas coisas e perguntei para a dona, que estava me atendendo, se ela gostava de ler. Ela me respondeu que adorava, mas que livro era muito caro, por isto ela não lia o tanto quanto gostaria. Falei que eu tinha livros ótimos para doar, achando que ela ia adorar a ideia, uma vez que a seu "desculpa" para não ler, era o preço. Quando ofereci os livros, ela não quis nem ver e me deu uma nova desculpa: Ah! Querida, me expressei errado. Não é bem o preço, é o tempo de ler mesmo!

Confesso que me decepcionei um tanto, mas segui o meu caminho de "distribuidora de livros".

Parei no posto de gasolina, abasteci e percebi que um frentista estava sentado no chão do posto lendo o jornal. Perguntei se ele gostava de ler. Ele logo me respondeu que gostava muito. Fiquei empolgada, antes mesmo que eu tirasse os livros do carro ele me disse que não poderia comprar. Expliquei que ele poderia escolher qual livro quisesse, pois era totalmente gratuito. Sabe o que ele me falou? - Humm, adoro ler, mas desculpe, sei que nesta vida nada é de graça! Se você está querendo me dar um livro, ai tem!

Resolvi não dar nenhuma explicação ou contra-argumentar. Percebi que as pessoas não estão acostumadas a dar e muito menos receber sem esperar algo em troca.

Continuei meu caminho.

Fui à consulta médica e na saída perguntei se alguma das 3 atendentes que ali estavam, gostariam de um livro. Levei um susto quando quiseram. Resultado: 3 recepcionistas e 4 livros doados.

No caminho ao meu escritório, parei em um semáforo e um panfleteiro me abordou. Percebi que ele tinha um gibi dobrado no bolso. Perguntei se ele gostava de ler e dei um livro para ele. Era um romance. Ele me perguntou se eu já tinha lido, qual o tipo de romance, se o escritor era bom e se tinha um final feliz. 

Tive vontade de parar o carro e ficar conversando sobre livros. Devido ao horário, não pode fazê-lo.

Uma quadra antes do escritório, também parada em outro semáforo, vi um gari trabalhando. Estacionei o carro e perguntei se ele gostaria de ganhar um livro. Ele aceitou na hora e disse que sempre torce para as pessoas jogarem livros no lixo, pois ele separa todos que encontra, lê e doa na comunidade onde mora.

Com este breve passeio, cheguei a algumas conclusões: As pessoas têm que começar a acreditar mais no fazer o bem sem dizer a quem, fazer por fazer algo bom e não cobrar algo em troca. A desconfiança é grande. O prazer de ler, não pode ser limitado a uma classe social. Tempo e dinheiro são desculpas para não lermos mais, pois tenho certeza de que se ficarmos pelo menos 30 min a menos na internet, vários livros a mais seriam lidos. O dinheiro é relativo, existem bibliotecas, amigos, conhecidos, vizinhos e várias outras pessoas que podem nos dar ou emprestar os livros, basta querermos.

Fiquei feliz com a receptividade de muitos. Parece que os livros é que estavam escolhendo os seus donos e não o contrário.

Tenho certeza de que estes livros doados hoje estão em boas mãos, serão abertos e lidos!!!! Fico feliz em poder dar vida para essas histórias!

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Caminhada Noturna em Curitiba - Grátis

1ª Caminhada Noturna de Curitiba.


Palestra Peregrino da Luz (fotografia) Entrada franca


Livros gratuitos, entrega imediata!



Estes dias resolvi arrumar a biblioteca de minha casa. Percebi que tinha livros que há anos nem via.

Livros que li e não gostei, livros que gostei e não leria novamente, livros autografados, livros técnicos, livros desatualizados, enfim, uma variedade deles que seriam ótimo se lidos por alguém.

Penso que o livro, independente de sua categoria, é válido. Faz com que conheçamos novos mundos, novas ideias, novas pessoas, nova cultura, novos caminhos. Segundo meu avô Dálio: O Livro Livra!

Para que serve um livro empoeirado se ninguém os lê?

Cheguei a conclusão de que eu ficaria somente com aqueles autografados ou os que eu leria novamente, os demais doei e doarei.

Comentei com algumas pessoas sobre isto e me surpreendi com a quantidade de pessoas que concordam comigo.

Neste final de semana recebi uma surpresa. Uma amiga, resolveu fazer o mesmo e me trouxe uma caixa de livros para que eu doasse pelo blog à quem quiser lê-los.

Você escolhe o livro e pronto. Deixarei em meu escritório para que possam buscar.

Se tiverem doações de livros, é só me avisar, desta fora faremos com que os livros girem, vivam, emocionem, divirtam e ensinem demais pessoas.

Livros guardados, para mim, são como obras ainda não escritas. Sua estante não os utilizará da mesma forma que o próximo, concorda?

Os livros disponíveis para entrega imediata são:

- 79 Park Avennue - Harold Robbins DOADO
- Vinhas da Ira - John Steinbeck (Prêmio Nobel)
- Tereza Batista cansada de guerra - Jorge Amado
- Filhos das Trevas - Morris West DOADO
- Retornando - A ciência da reencarnação
- Do-in Pressão Digital - Pedro Chan DOADO
- Tocaia Grande - Jorge Amado
- Laços de Ternura - Larry Mc Murtry DOADO
- O Novo testamento - Salmos e provérbios
- O Iluminado - Stephen King DOADO
- Vento Leste, Vento Oeste - Pearls Buck
- A lua na sarjeta - David Goodis DOADO
- O Dossiê Odessa - Frederick Forsyth DOADO
- As fúrias invisíveis - Ricardo Ramos
- O poder de domar o grande - Lizia Azevedo
- A Vida é um palco - Shirley Maclaine
- Kundu - Morris West DOADO
- A importância de compreender - Lin Yutang DOADO
- Educação Espírita - Edicel
- O Centro espírita - Wilson Garcia
- O trânsito de Vênus - Shirley Hazzard
- Posições comprometedoras - Suzan Isaacs
- Coleção Seleções (24 horas, Á primeira vista, Cidade em chamas, O observatório) DOADO

Lembrando, não é sorteio, que chegar antes leva. Escolha seu livro, me avise e pronto, é só buscar.

Chega de desculpa para não ler, os livros são gratuitos!!!







Pasta de Curry Verde Tailandês Grátis! Latinex Importadora.

Neste sábado resolvi fazer um campeonato de "buraco" e servir aperitivos.

Normalmente quando resolvemos jogar baralho, é difícil servir algum jantar antes, pois dá uma preguiça e uma desatenção depois...rs

Todos os meses recebo da Importadora Latinex International algum produto para experimentar.

Um dos produtos que recebi foi a Pasta de Curry Verde Tailandês. É uma pasta suavemente picante com pimenta verde, coentro tailandês, capim-limão e outras especiarias. Perfeita para preparar pratos com frango, carne, frutos do mar ou vegetais.

Eu resolvi servir tortilhas com esta pasta. 

Quando eu abri a embalagem, meu irmão disse: Nossa, o aroma é absurdo! Nem precisa comer para saber que é ótimo!

Realmente o aroma é perfeito.

Eu não gosto de pimentas fortes, mas esta pasta tem pimenta na medida. Ela não chega a dar aquela sensação de ardência forte na boca provocada pelo excesso de pimenta. Ela é suave, deixando com que você sinta o gosto das demais especiarias.

O que eu gosto destes molhos é a versatilidade. Posso usar como tempero em diversos pratos, mas me permitiu servir como molho também.

O frasco vem com 220g. Servi para 4 pessoas e rendeu muito. Sobrou meio frasco para eu experimentar em outras receitas. Sobrou pois estávamos satisfeitos e não porque não gostamos, pelo contrário, é muito bom!

Além da Pasta de Curry Verde a Latinex, ainda importa mais 2 tipos desta pasta e várias pastas e molhos asiáticos diferentes:




- Pasta de Curry amarela: Perfumada pasta de curry moderadamente picante preparada com açafrão e diversas outras especiarias e ervas tailandesas.



- Pasta de Curry Vermelha: Pasta de curry muito rica e picante, temperada com pimentas vermelhas e com outras autênticas especiarias tailandesas. 


No site da Latinex, é possível encontrar receitas para cada tipo de pasta.


A Latinex importa os produtos, eles podem ser encontrados em várias lojas, indico a Empório Mercatore, que fica na Rua Buenos Aires, 80 - Batel, lá você encontra todos os produtos importados pela Latinex, um melhor que o outro, isto posso garantir.

Eu achei a pasta saborosa, um aroma perfeito, foi possível proporcionar um delicioso aperitivo e ainda sobrou um pouco para outra receita. Quer melhor?

Acho que o suave sabor apimentado me deixou mais esperta no sábado a noite. Sabe quanto foi a partida Homens X Mulheres? Não sei! Os Homens se irritaram por levarem uma lavada que jogaram as cartas na mesa e desistiram de jogar. Ganhamos por capacidade, sorte e WO!!!!




Pizza Tailandesa


Ingredientes
1 pão sírio
2 colheres de sopa de iogurte (se desejar, você pode utilizar iogurte de soja)
4 colheres de sopa da Pasta de Curry Verde World Foods
80g de carne de frango ralada (ou carne bovina)
1 colher de sopa de óleo
15g de cebolas bem picadinhas
Rodelas de pimenta tipo jalapeño
Pimenta caiena
Rodelas de cebola
Queijo ralado
Azeite de oliva



Modo de preparo
Aqueça 1 colher de sopa de óleo em uma frigideira ou panela wok e salteie as cebolas até que elas fiquem macias. Junte 2 colheres de sopa da Pasta de Curry Verde World Foods e a carne de frango moída e frite até dourar.
Regue o pão sírio com um pouco de azeite de oliva. Misture o iogurte com o restante da Pasta de Curry Verde World Foods e espalhe sobre o pão. Termine de montar a pizza distribuindo a mistura com a carne por igual e enfeitando com as rodelas das pimentas e da cebola. Espalhe uma quantia generosa de queijo ralado sobre a pizza e asse em forno pré-aquecido a 180°C por 15 minutos.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Resultado do Sorteio do Livro O lado bom da vida.


A ganhadora do livro O lado bom da vida é:

ANGELA FAVARO MARTIN

Parabéns!!!

Lançamento do livro Toda Poesia de Paulo Leminski - Entrada Franca

Ótima dica, para quem quiser um pouco de cultura em seu final de semana. INDICO!!!!

Sorteio do Quitaesmalte - Dia 26/4/2013


O sorteio do Quitaesmalte da Europa Chic, será na próxima sexta-feira.

Já passou vergonha com o esmalte descascado?

Já derrubou a acetona na mesa e manchou tudo?

Já pediram para você deixar o frasco da acetona no aeroporto, caso contrário seria impedida de viajar?

Já ficou sem algodão na hora de tirar o esmalte?

Já deixou aquele cheiro desagradável da acetona por toda a casa?

Se você respondeu SIM a pelo menos uma destas questões, está na hora de você experimentar o Quitaesmalte.

O AMOSTRA MOSTRA vai sortear um novinho, vindo diretamente da Espanha, para que você possa conhecer.

O Quitaesmalte nos foi presenteado pela Europa Chic, eu testei, aprovei e continuarei usando.

O sorteio será realizado no dia 26/4/2013.

Para participar é só comentar no blog ou em nossa página no Facebook clicando aqui.

Boa sorte!

Molho a base de frutas vermelhas, vinho Malbec e mel - grátis


Ganhei  um molho de uma amiga que estava curiosa por minha opinião, pois na casa dela poucos gostaram.

Salsa a base de Frutos Rojos, Vino Malbec e Miel.

As frutas vermelhas do molho são: morango, mirtilo, framboesa e amora. Além disto, possui mel e vinho Malbec.
Eu resolvi utilizar como molho de salada. Eu gosto de sabor agridoce. Dá para sentir a textura das frutas, pois é um molho com muitos pedacinhos. O gosto do mel, misturado com o aroma do Malbec são ótimos.

Minhas filhas não gostaram, acharam muito doce e me indicaram colocar como cobertura de bolo.

Hoje fui pesquisar outras receitas que utilizam este molho e achei a receita de cordeiro assado, saladas, mas onde este molho é mais utilizado é em pratos doces como o cheese cake. Até que as meninas não estavam tão erradas assim...rs

Eu gostei da mistura do sabor do vinho, do mel e das frutas. O aroma é o que mais me chamou a atenção.

Este molho é produzido em Buenos Aires. A marca é Pampagourmet - Delícias do Campo.

Eu acho que para um simples molho, a versatilidade me convenceu. Se posso usar em vários pratos e temperos, por que não?

Eu indico experimentar! Seja com doce ou salgado, eu gostei!




quinta-feira, 18 de abril de 2013

A Magia de Escher - Primeiro domingo do mês, entrada gratuita.

Foto: Tom Abrão

“A Magia de Escher” tem horário estendido até as 20 horas durante a semana no Museu Oscar Niemeyer


Além de mais tempo para visitar a mostra durante a semana, público é convidado a interagir com obras, fotografar e enviar imagens para o Facebook do museu

A exposição “A magia de Escher” vem registrando recorde de público no Museu Oscar Niemeyer (MON). Desde o dia da abertura, na última quinta-feira (11/04) até o domingo (14/04), a mostra registrou mais de 6 mil visitantes. Em apenas três dias, a exposição ganhou a preferência do público que lota a mostra para conhecer as 85 obras do famoso artista gráfico holandês Maurits Cornelis Escher. 

Devido ao intenso fluxo de visitantes, algumas medidas foram tomadas no procedimento de visitação à exposição.  O horário foi estendido nas salas 1 e 2 do museu até as 20 horas, de terça a sexta-feira, com venda de ingresso e entrada até 19h30. No sábado e domingo, o horário de visitação continua normal, das 10h às 18 horas. Outra medida é em relação ao acesso do público à mostra, que será controlado devido à climatização do ambiente das salas, prevenindo, assim, dano às obras. 

Interatividade
O grande diferencial da exposição são as instalações interativas que permitem uma verdadeira viagem ao mundo de Escher. Quebra-cabeças visuais, efeitos de ótica e espelhamento proporcionam uma experiência única aos visitantes. 

O Museu Oscar Niemeyer incentiva o espectador a tirar fotos, desde que a captura de imagens seja feita sem o uso de flash para evitar danos às obras. Um álbum no Facebook do MON (www.facebook.com/monmuseu) reúne fotos dos visitantes. Quem quiser ver sua foto no álbum pode mandar por mensagem na fanpage do museu ou utilizar a hashtag #eschernomon quando publicar as fotografias no aplicativo Instagram. 

A “Sala da Relatividade”, com efeitos de ilusão de ótica, é um dos destaques da mostra “A Magia de Escher”, que vem pela primeira vez a Curitiba. O público pode conferir a exposição até 11 de agosto.

Serviço:

“A Magia de Escher” no Museu Oscar Niemeyer

Terça a sexta-feira: das 10 às 20 horas – venda de ingresso e entrada até 19h30

Sábado e domingo: 10 às 18 horas

Controle de acesso às salas

Ingressos: R$ 6,00 e R$ 3,00 (meia-entrada)

Primeiro domingo do mês: entrada gratuita

Museu Oscar Niemeyer - Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico

Mais informações: (41) 3350- 4400

Basset Hound grátis - Adelaide e Abigail


Aquarela que ganhei da minha tia, acho que ela adivinhou o que estava por vir!

Há dois dias atrás ganhei do meu marido uma Basset Hound. Ganhei uma e levei duas...rs

Gioconda
A história começou quando eu tive que me desfazer de 2 pugs. Eu tinha 2 casais de pugs, mas a Gioconda minha pug  mais velha é temperamental, não aceitava outro cachorro de forma alguma. Sei que os pugs adoram colo e são ciumentos, mas a Gioconda é um caso a parte. Qualquer cachorra ou cachorro que chegasse perto de um dos membros da família, bastava para a Gioconda virar um Pitbull (na verdade falo Pitbull, só para que tenha uma noção de um cachorro bravo, embora eu ache que a grande maioria dos Pitbulls seja muito mais dócil do que a minha "doce" Gioconda.

Giácomo
O único cachorro que ela aceita é o Giácomo, um pug, meigo, doce e bonachão. Ela briga, reina, come a comida dele e ele, com toda a calma do mundo faz o que ela quer. É muito engraçado ver que, assim que ele leva bronca da Gioconda, o Giácomo parece não ligar e a enche de lambidas e agrados.


Me desfazer do Théo e da Chica, só não doeu mais, por que sei que foram para uma casa que os amariam tanto quanto aqui. E a Gioconda os deixariam em paz.

Percebi que a Gioconda mesmo azucrinando os cachorros sentiu falta de sua matilha.

Adelaide
Pensando nisto, meu marido me deu uma Basset Hound. Existiam somente duas na ninhada e já estavam com 5 meses. Lá fui eu escolher a minha.

Você imagina como é difícil escolher uma entre duas bebês simpáticas e amorosas. Uma é mais curiosa a outra mais pidona. Uma tem a cara preta e caramelo e a outra só caramelo. As duas me cheiraram, abanaram o rabo e vieram brincar. Ô dúvida cruel!

Abigail
Fiquei na dúvida, dúvida, dúvida. Escolhi uma, mudei de ideia, escolhi a outra, mudei de ideia de novo.

Resultado: Fiquei com as duas!!!

Vida: Esta difícil arte de escolher! Escolhi ficar com tudo!


Cheguei em casa com minhas filhotas e um tanto receosa pela receptividade da Gioconda e do meu marido também. Afinal, o combinado era uma só.

Dei de presente para a minha filha mais nova a Abigail e para a mais velha a Adelaide.

A Gioconda amou. Ela não simplesmente gostou, ela amou. Hoje estou aqui escrevendo e ao meu lado existe uma bola de cachorros. Digo uma bola, pois estão os 4 dormindo um em cima do outro.

Acho que a Gioconda não aceitava os outros pugs pois ela se sentia a rainha dos cachorros sem focinhos. Agora com as Bassets, ela deve ficar com peninha desses "pobres cães narigudos e quase sem patas".

Sabe o que é melhor do que ganhar um cachorro? Ganhar duas e ainda ter paz em casa!

Ah! E meu marido? Simplesmente me olhou e disse: Parabéns, escolha melhor você não poderia ter feito!

No vídeo é possível ver a convivência dos 4. Veja o tamanho da Adelaide e da Abigail com 5 meses de idade. Não dá vontade de morder?

video







segunda-feira, 15 de abril de 2013

Sorteio do livro O lado bom da vida (19/4/2013)


Hoje escrevi sobre o livro e o filme O lado bom da vida.

Gostaria de compartilhar a opinião de outras pessoas. Com este intuito, vou sortear o livro dia 19/4/2013.

Quem quiser participar do sorteio, basta me contar sobre o que achou do filme, pode ser no blog ou no facebook e já estará concorrendo!

Boa sorte!


Livro Grátis- O lado bom da vida (Matthew Quick)



Ganhei de uma amiga o livro O lado bom da vida de Matthew Quick.

Normalmente, ou melhor, quase na totalidade os livros são muito melhores que os filmes.

O filme O lado bom da vida concorreu ao Oscar 2013 em 8 categorias. Várias pessoas me falaram que era lindo o filme, inteligente, emocionante e demais adjetivos.

Ganhei o livro e comecei a ler.

O livro é chato de ler, o timming da história é perdida várias vezes, o protagonista (Pat) mesmo querendo ser uma pessoa melhor e positiva, muitas vezes dava vontade de dar uma chacoalhada nele para ver se ele agia. Pat era um atleta compulsivo, na maior parte do livro ele está se exercitando em sua academia particular. (o que cansa um pouco ficar lendo sobre as quantidades de supinos e abdominais que ele fazia)

A mãe de Pat se fazia presente em grande parte do livro. Seu pai apático, mau-humorado, pouco aparecia, a não ser para reclamar.

Tiffany, a "amiga" da Pat, era a melhor personagem, pelo menos no quesito atitude e novas histórias.

A história é realmente muito interessante, mas terminei o livro com a sensação de que pela primeira vez o livro seria pior do que o filme.

Eu não poderia escrever esta minha sensação, sem a confirmação disto. Sábado, resolvi assistir o filme (que também ganhei de presente).

No filme, Pat tem mais atitude do que no livro. Seu pai aparece muito, um homem preocupado com o filho e incentivador do mesmo. Sua mãe poucas vezes aparece. A relação da família é muito diferente do livro. A história central se perde. O final é diferente. Os acontecimentos mais relevantes do livro, nem de perto parecem importantes no filme.

Tudo isto me fez admitir que o livro é chato de ler, mas é infinitamente melhor que o filme.

Eu entendo que o diretor tem a sua licença poética, mas se pegarmos o livro e o filme, pouca coisa existe em comum, principalmente a personalidade dos personagens.

Para quem não leu o livro, o filme realmente deve ser muito bom, mas eu fiquei decepcionada, pois um pai mau-humorado, apático e que realmente desiste do filho, não pode ser tornar um pai que o incentiva a ir em busca de seu amor após o baile.

Não vou contar detalhes, pois muitos ainda não leram e nem assistiram, mas eu não vejo o filme como uma adaptação do livro para o cinema. E sim, um filme que lembra o livro superficialmente.

Sábado a tarde minha opinião e o texto que eu escreveria era que pela primeira vez, o livro me decepcionou e o filme me surpreendeu. Esta opinião só foi válida até o final do filme.

Volto a afirmar, o livro, mesmo chato de ler, é muito melhor que o filme!

Indico a leitura!